© 2018  ALAVANCA - SERVIÇO DE APOIO À GESTÃO DE EMPRESAS

Please reload

Recentes

PORTUGAL 2020 - NOVO CONCURSO INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME

August 1, 2016

 

 

 

AVISO Nº 17/SI/2016

 

SI INTERNACIONALIZAÇÃO PME

Ao abrigo deste concurso o prazo para a apresentação de candidatura decorre de 29 de Julho de 2016 a 31 de Outubro de 2016 (19horas). Notificação da decisão final: 07 de Fevereiro de 2017.

 

 

OBJETIVO

O objetivo deste Aviso de concurso consiste em alargar a base exportadora, aumentando o número de novas empresas exportadoras, ou incrementando o volume das vendas internacionais das empresas que já exportam, através da concessão de incentivos a projetos que: 

 

  • Reforcem a capacitação empresarial das PME para a internacionalização, com vista a promover o aumento das exportações através do desenvolvimento e aplicação de novos modelos empresariais e de processos de qualificação das PME para a internacionalização, valorizando os fatores imateriais da competitividade, permitindo potenciar o aumento da sua base e capacidade exportadora (Prioridade de Investimento (PI) 3.2 mencionada na alínea a) do n.º 1 do artigo 40.º do RECI);

 

  • Aumentem a qualificação específica dos ativos em domínios relevantes para a estratégia de inovação, internacionalização e modernização das empresas, de modo a potenciar o desenvolvimento de atividades produtivas mais intensivas em conhecimento e criatividade e com forte incorporação de valor acrescentado nacional (Prioridade de Investimento (PI) 8.5 mencionada no n.º 2 do artigo 40.º do RECI).

 

 

DOMÍNIOS

São suscetíveis de apoio os projetos individuais de internacionalização de PME que visem os seguintes domínios:

 

Concursos

 

a) O conhecimento de mercados externos;

b) A presença na web, através da economia digital;

c) O desenvolvimento e promoção internacional de marcas;

d) A prospeção e presença em mercados internacionais;

e) O marketing internacional;

f) A introdução de novo método de organização nas práticas comerciais ou nas relações externas;

g) As certificações específicas para os mercados externos.

     

     

    TAXAS DE FINANCIAMENTO DAS DESPESAS ELEGÍVEIS

     

     

    Tendo em consideração o previsto no n.º 1 do artigo 50.º do RECI, os incentivos a conceder no âmbito deste Aviso são calculados através da aplicação às despesas consideradas elegíveis de uma taxa de 45% com exceção dos incentivos a conceder pelo PO Regional de Lisboa, os quais são calculados através da aplicação, às despesas elegíveis, de uma taxa máxima de 40%.

     

    Às despesas com a formação profissional aplicam-se as taxas de incentivo estabelecidas na alínea c) do n.º 1 do artigo 50.º do RECI, com exceção dos incentivos a conceder pelo PO Regional de Lisboa em que a taxa máxima é de 50%.

     

    c) do n.º 1 do artigo 50.º do RECI

    c) Dos custos elegíveis de formação profissional, em que a taxa base de incentivo é de 50%, acrescida das seguintes majorações quando aplicável, não podendo, em qualquer caso, a taxa global ultrapassar os 70%.

     

     

    Please reload

    Siga-nos em:
    Please reload

    Arquivo
    • LinkedIn Social Icon